Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ifap implementa EaD durante suspensão das aulas

Publicado: Quarta, 25 de Março de 2020, 14h21
Instrução Normativa orienta como os campi devem adotar aulas a distância para cursos superiores durante o período de combate ao coronavírus, mas não estão incluídos os estudantes dos cursos técnicos
 
 
 
Imagem de um aparelho celular tendo no visor a página inicial do portal www.ifap.edu.br 
Dispositivos móveis ou computadores serão os instrumentos pedagógicos dos cursos superiores no período de suspensão das aulas presenciais (Foto: Jacyara Araújo/Secom/Campus Macapá/Ifap)
 
 
O Instituto Federal do Amapá (Ifap), por meio da Pró-Reitoria de Ensino (Proen), publicou nesta segunda-feira (24/3) a Instrução Normativa 3/2020 para orientar os campi quanto aos procedimentos a serem adotados no período de suspensão das aulas e demais atividades presenciais devido à pandemia da Covid-19. O documento orienta que sejam implementadas atividades a distância, por meio de plataformas digitais, somente para os estudantes dos cursos do ensino superior. Para os cursos da educação básica – cursos técnicos de nível médio nas modalidades Integrada, Subsequente e Educação de Adultos (Proeja) - as aulas estão suspensas, não havendo possibilidade de realização de aulas a distância. Cursos de formação inicial e continuada estão totalmente suspensos e os cursos de pós-graduação seguem planos e cronogramas específicos.
 
 
O pró-reitor de Ensino, Romaro Silva, ressalta que a Instrução Normativa 3/2020 toma como referências a legislação brasileira em vigor e demais regulamentações que levaram o Ifap a suspender as atividades acadêmicas por tempo indeterminado. “Enquanto os cursos superiores têm a possibilidade de realização de até 40% da carga horária total na modalidade EaD, nos cursos presenciais, desde que isto esteja previsto no projeto pedagógico e que sejam cumpridos os 200 dias do ano letivo, os cursos da educação básica não preveem o ensino a distância, bem como não há, até o momento, decreto ou legislação específica do Ministério da Educação quanto a isso”, explicou.
 
 
Portanto, os campi do Ifap estão orientados a, junto com os professores, desenvolver planos de aula de cada disciplina dos cursos superiores por meio de atividades a distância. Esses planos devem incluir carga horária da atividade desenvolvida, recurso utilizado e avaliação. “A implementação da EaD ocorrerá de acordo com a realidade de cada curso superior e caberá aos campi, com a autonomia que lhes cabem, decidir ou não pela solicitação dos planos aos professores”, afirma o pró-reitor.
 
 
Quando acabar a suspensão das atividades presenciais, cujo período ainda é indeterminado, podendo durar um ou mais meses, a Pró-Reitoria de Ensino presidirá uma comissão, com representatividade de cada campus, para discussão e readequação do calendário letivo. “Certamente haverá mudanças nos períodos de atividades avaliativas e férias. Os calendários terão uma maior flexibilidade ao longo do ano, considerando as especificidades de cada curso, turma e campus”, adianta o pró-reitor.
 
 
Levantamento realizado pelo Departamento de Informação, Comunicação e Eventos (Deice) mostra que apenas o Campus Santana já vinha desenvolvendo atividades de EaD nos cursos superiores desde o início da suspensão das aulas e os campi Laranjal do Jari, Macapá e Porto Grande iniciarão essas aulas a distância em breve. Os estudantes devem ficar atentos a orientações que serão prestadas pelo seu respectivo campus ou diretamente por seus professores, por meio das páginas de internet ou mesmo por telefone celular e redes sociais.
 
 
 
Confira os principais pontos da Instrução Normativa nº 3/2020 para os cursos de graduação
 
 
  • Os cursos que já possuam previsão de oferta de carga horária na modalidade a distância permanecem sem interrupção, à exceção dos encontros presenciais e das avaliações, que deverão ser ofertadas após o período suspensão.

 
  • Os cursos presenciais poderão ofertar até 40% da carga horária total do curso, no período de suspensão das atividades presenciais, por meio de Metodologia de Ensino-Aprendizagem On-Line (Plataforma Moodle ou Suap), ou outros não presenciais a critério dos professores.

     

  • As atividades não presenciais devem ser estritamente as de conteúdo teórico, enquanto as partes práticas deverão ser realizadas após a normalização das atividades letivas.

     

  • As atividades práticas profissionais de estágios e de laboratórios não poderão ser substituídas por outras utilizando meios e tecnologias de informação e comunicação a distância.

     

  • A proposta de uso das metodologias de ensino-aprendizagem não presenciais não requer a mudança dos projetos pedagógicos de cursos, não sendo necessário inserir carga horária EaD.

     

  • Abonos de frequência não são permitidos para as disciplinas ministradas com uso das metodologias de ensino-aprendizagem não presenciais. A frequência será computada por meio da realização de tarefas, participação nas aulas e nos fóruns, no ambiente virtual Suap.

     

  • As reposições serão obrigatórias para as atividades práticas e estágios, bem como para as aulas não ministradas na metodologia de ensino-aprendizagem não presenciais.

     

  • As aulas ministradas na metodologia de ensino-aprendizagem não presenciais deverão ser registradas no diário de aulas do Suap, com a devida indicação da metodologia adotada.

     

  • As avaliações específicas das atividades a distância poderão ser feitas a critério de cada campus, porém, avaliações para fins de progressão nas disciplinas deverão ser obrigatoriamente presenciais e aplicadas após a normalização das atividades.

 
Para ler a Instrução Normativa nº 3/2020 na íntegra, clique aqui.
 
 
 
 
Por Suely Leitão, jornalista da Reitoria
 
 
Departamento de Informação, Comunicação e Eventos - Deice
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: 
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página