Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ifap lança edital para financiar makerspaces

Publicado: Segunda, 01 de Junho de 2020, 00h42 | Última atualização em Quarta, 03 de Junho de 2020, 11h29

 

O Instituto Federal do Amapá (Ifap) está com inscrições abertas até o próximo dia 15 deste mês de junho para que os diretores-gerais dos quatro campi  e demais unidades da instituição possam submeter projetos à comissão do Processo Seletivo Simplificado IFMaker (PS). O edital busca financiar a criação de até três laboratórios makers mas unidades do Ifap por meio de recursos da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC).

Os projetos a serem submetidos devem optar entre duas configurações de laboratórios já detalhadas no edital. O modelo 1 Lab Ifmaker, que contempla investimentos da ordem de R$ 82.800,00, e o modelo 2 Lab Ifmaker, cujo orçamento é de R$ 132.900,00.

Cada proposta a ser encaminhada pelo diretor ou diretora-geral dos campi deverá indicar uma equipe gestora composta de, pelo menos, dez membros, sendo que três deles deverão ser servidores da unidade proponente, seis deverão ser estudantes regularmente matriculados na instituição e um deles estagiário.

De acordo com o pró-reitor de Pesquisa (Propesq), Themístocles Raphael, “estudantes e servidores interessados em participar do PS devem contatar seu respectivo diretor ou diretora-geral para que possa contribuir com a elaboração do projeto da respectiva unidade”. O edital é uma iniciativa que, além da Propesq, reúne ainda a Pró-Reitoria de Extensão (Proext) e a Pró-Reitoria de Ensino (Proen).

 O que é um espaço maker?

É um ambiente colaborativo pensado e equipado para permitir o exercício da autonomia, da criatividade e da empatia na construção de soluções para um dado problema ou desafio. Para alcançar esses objetivos, os espaços makers podem ser entendidos como uma espécie de laboratório equipado com ferramentas tecnológicas digitais e analógicas que primam por uma ressignificação do ideário da cultura punkDo it yourself” que, em português, pode ser entendido como “Faça você mesmo”.

O termo maker, nesse contexto, significa construtor, criador, fazedor de soluções. É um termo usado para demonstrar que os adeptos da cultura maker não são apenas consumidores de soluções e tecnologias. Eles as produzem e as compartilham, primando pela relação em rede.

 

Departamento de Informação, Comunicação e Eventos - Deice
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

registrado em:
Fim do conteúdo da página