Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ifap mantém trabalho remoto e adotará EaD para turmas concluintes

Publicado: Sábado, 15 de Agosto de 2020, 02h22 | Última atualização em Segunda, 17 de Agosto de 2020, 15h40

Professor Paulo Robson, do campus Porto Grande, gravando aulas para o Ifap

Com base nos relatórios apresentados pela comissão do Programa Retorno Seguro, realizados após pesquisa feita com quase 2 mil membros da comunidade escolar, e nas medidas sugeridas pelo Comitê de Crise e Enfrentamento à Covid-19, a presidente do Conselho Superior (Consup) e reitora do Instituto Federal do Amapá (Ifap) assinou duas resoluções que abrangem pontos importantes da vida institucional: o calendário escolar de 2020 dos cursos presenciais e a rotina de trabalho dos servidores.

Segundo os documentos, as atividades de ensino serão retomadas de forma remota a partir do dia dois de setembro para as turmas concluintes dos cursos superiores, subsequentes e do ensino médio técnico integrado. Os demais níveis, modalidades, cursos e anos retornarão  às atividades em janeiro de 2021. Como consequência da integralização das turmas concluintes, os processos seletivos para ingresso de novos alunos nos cursos superiores e no ensino médio integrado estão mantidos para o primeiro semestre de 2021.

O pró-reitor de Ensino do Ifap, Victor Hugo, explica que “essas nossas decisões têm, em sua base, pesquisas que fizemos entre nossa comunidade de alunos e suas famílias. Adotar o ensino remoto em cursos que foram estruturados para o ensino presencial é um processo que precisa de muito cuidado, principalmente nos cursos técnicos como os nossos, nos quais a quantidade de aulas que são realizadas em laboratórios consome boa parte da carga horária”.

Os dados da pesquisa realizada pela instituição ainda em abril apontam que 75,5% dos alunos presenciais nunca participaram de um curso na forma EaD, 48,7% avaliam que teriam dificuldade ou baixo aproveitamento em um ensino dessa forma. Outro dado importante vem da consulta pública realizada pelo Programa Retorno Seguro. Nela, identificou-se que 56,8% dos alunos não veem o ensino a distância como inclusivo e extensivo a todos.

As atividades administrativas da instituição continuarão sendo realizadas remotamente, ficando a critério das respectivas chefias imediatas, se avaliarem necessário, a organização de atividades presenciais com, no máximo, três servidores simultaneamente e respeitando as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com a reitora Marialva Almeida, “esse tem sido um momento difícil para nós enquanto sociedade e também enquanto gestores de uma instituição do tamanho do Ifap. Nós sabemos que cada decisão nossa, nesse momento, afeta a vida de muitos alunos e de suas famílias. Por isso, essas duas resoluções levaram em consideração a manutenção da qualidade do ensino ofertado pelo Ifap, assim como o verdadeiro aprendizado de nossos alunos, e não apenas a necessidade de conclusão do calendário escolar. Sabemos das necessidades de nossos alunos concluintes e de nossos futuros alunos. Continuaremos acompanhando a evolução do sistema de saúde estadual e o panorama mundial da pandemia e, se for necessário, ajustaremos tais decisões”.

 

Departamento de Comunicaçao - Dicom
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa
registrado em:
Fim do conteúdo da página